• b-facebook
  • Twitter Round
  • Instagram Black Round

© 2016 por Ateliê Digital Faz-Tudo para Diabética Tipo Ruim.  

Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser copiado e é protegido por lei.

Sujeito a penalidades criminais.

  • Marina de Barros Collaço

Por que eu não posso me sentir linda?


A gente sabe que o mundo QUER e COBRA pessoas perfeitas, sem espinhas, magras, barriga tanquinho, pele de pêssego, cabelo sedoso, e claro, felicidade a qualquer custo. E a gente também sabe que MUITA gente sofre horrores sozinha em casa, enfiada num quarto, achando que a vida acabou porque vc viu uma estria e uma celulite nova, ou porque vc não tem o bíceps super definido. E depois do diabetes então? Ahhh. São perguntas que, MIGOOS, todos nós já fizemos em frente ao espelho e eh super ok ta bom?!

Como lidar com a insulina em público, com a questão das marquinhas no corpo, usar bomba de insulina ou não usar? Como fazer dieta se, quando vc entrar em hipo, acaba sendo obrigado a comer o que não está na lista da nutricionista?

E essa é “A” questão que quase ninguém levanta a mão para dizer: eu sofro disso, eu já fiz isso, eu já pensei isso e eu preciso de ajuda.

Unindo as cobranças injustas e cruéis por um padrão feminino de bonecas Barbie, e um corpo masculino de um lenhador alemão super mega gato, vamos nos afundando em buracos escuros de solidão, ansiedade, desespero, falta de amor próprio, insegurança e principalmente, vamos criamos uma mente tão caótica que, é nesse momento, exatamente aí, onde mora o grande perigo. De acordo com especialistas, há um registro cada vez maior de transtornos alimentares entre os jovens, e o pior, afetando muitos pacientes com diabetes tipo 1, dobrando os números quando tratamos o assunto sobre mulheres diabéticas. A insulina e alimentos ricos em carboidratos rápidos para tratar a hipoglicemia podem ser vistos pelos diabéticos, especialmente as mulheres, como um problema para manter o corpo dentro dos padrões de beleza.

E quando falamos de transtornos alimentares logo nos vem a mente: a anorexia. Ela se caracteriza pelo medo de engordar e pelo distúrbio da imagem corporal. A pessoa passa a recusar a ingestão de alimentos. A pessoa simplesmente para de comer. Outro transtorno bem conhecido é a bulimia, que é caracterizada por compulsões periódicas, em que o paciente ingere grandes quantidades de alimento e tenta se livrar do alimento e das calorias ingeridas com métodos compensatórios, como vômitos provocados e remédios para causar diarreias graves. O que pouco se vê falar por aí é um tipo especial de transtorno que pode acometer as pessoas com diabetes, chamado DIABULIMIA.

Segundo a Dra. Cláudia Pieper, endocrinologista, a diabulimia é a situação em que o paciente diminui as doses de insulina ou deixa de tomar as suas doses diárias para provocar o emagrecimento rápido.

Achou isso um absurdo? De verdade?

Coloca a sua mão na consciência e tenta ser verdadeiro com vc mesmo. Vc NUNCA fez isso na vida? Mesmo que inconsciente? Uma falha na aplicação aqui, outra ali, uma semana em hiper e PÁ: 5kg a menos e aquele vestido voltou a servir. Vc retoma seu tratamento, alguns dias depois engorda de novo e o processo de falhas nas doses de insulina voltam e pá: mais 3kg a menos na balança.

Se vc já fez isso, CUIDADO. Esse é um transtorno que pode te dar como brinde uma sequela bem alta, números bem ruins nos seus exames, complicações irreversíveis, e em muitos casos, morte por cetoacidose.

Mesmo a Diabulimia não sendo um termo reconhecido pela comunidade médica, desde 2007 o assunto tem sido amplamente abordado, estudado e tem sido foco de consultas médicas.

“Ahhh Marina mas eu esqueço uma vez ou outra de tomar insulina e nunca foi pelo fato de emagrecer rápido.” SERÁ?

Existem definições médicas que dizem que já pode ser considerado um quadro de diabulimia se a pessoa faz uma redução da insulina de mais do que um quarto da dose necessária, que ocorre pelo menos duas vezes por semana, com o propósito de perder peso, e se estende por mais de 3 meses. Exemplo: se vc toma insulina 2x ao dia, 7 dias por semana, e vc pula, arredondando, 4 doses DURANTE A semana: CUIDADO. O método para emagrecer rápido funciona super bem, MAS O PREÇO QUE SE PAGA É ALTO DEMAIS.

ALGUNS PROBLEMAS SÉRIOS QUE PODEM ACONTECER COM VOCÊ:

- maior risco de desenvolver infecções - atraso no crescimento e desenvolvimento, principalmente em adolescentes - necessidade de internações por cetoacidoses - aumento do risco de complicações como: retinopatia (cegueira), neuropatia (danos as terminações nervosas), insuficiência renal (rins) e doenças do coração (ataques)

Se você é pai ou mãe de um adolescente e está lendo esse post, fique atento aos sinais que seu filho pode estar te dando, pedir ajuda mesmo que em silencio é muito frequente e vocês precisam estar alertas para ouvir. Agora se vc está lendo isso e se perguntando porque vc faz isso, ou se questionando se vc sofre de diabulimia, preste atenção nos seguintes itens:

- mudanças nos hábitos alimentares pode ser um fator importante. Normalmente a pessoa sente muito mais fome, e mesmo comendo demais, ela perde peso. - perda de peso muito rápido - preocupação excessiva com o corpo, imagem, ou com o que come - auto-estima baixa, ansiedade, vergonha, timidez em excesso - micção frequente - comportamentos estranhos como uso de laxantes ou exercícios em excesso - falta de energia, cansaço, irritabilidade, confusão mental, ansiedade, em alguns casos, desmaios - ausência de menstruação ou em alguns casos, cliclos irregulares - episódios frequentes de cetoacidose - sobras de insulina na geladeira. Sem o consumo das doses certas a tendência é sobrar mais frascos

Se você acha que seu filho ou alguém que vc ame está apresentando esse comportamento, é muito importante que você não o julgue, não culpe e não torne a conversa uma briga.

Trata-se de uma condição médica e precisa ser respeitada como tal. Comportamentos assim geralmente são difíceis de se romper mas se estiver em um estágio inicial, o seu papel principal é o de explicar as principais consequências desse comportamento, oferecer ajuda, falar com calma e se colocar sempre à disposição para a pessoa se sentir confiante, confortável e principalmente, pronta para se tratar. Se vc não tiver sucesso em casa procure um médico. É importante ter uma equipe treinada para lidar com um transtorno psíquico.

Se você está lendo tudo até aqui e já caiu a sua ficha de que vc sofre com a diabulimia saiba que não existe NADA mais importante do que sua a vida. Procure ajuda para se livrar desse problema.

O primeiro passo está dado: vc já aceitou que sofre desse mal. Com um dia após o outro é possível vencer a diabulimia e controlar sua glicose para se viver bem.

A melhor forma de se manter magro e SAUDÁVEL é comendo certinho, fazendo exercício, dormindo bem, controlando sua glicose...infelizmente, pra isso, não tem milagre do tipo Dr. Rocha...

Mas o mais importante desse post é te mostrar que você PODE se sentir linda, você PODE se sentir um gato. Quando a sua autoestima está lá em cima você começa a soltar um cheiro de alegria no ar que atraí as pessoas pra perto de vc. Acredite nisso! Olhe-se no espelho e destaque as suas principais qualidades, não é só de carne que é feita a beleza. Descubra-se lindo qualquer dia desses depois do banho em frente ao espelho.... ;) vc vai se surpreender com o seu potencial.

#diabetes #diabetica #diabeticatiporuim #diabetestipo1 #diabetestipo2 #lada #mody #diabulimia #insulina #controleglicêmico #glicose #glicemia #contagemdecarboidratos #bombadeinsulina #glicosimetro #aceitação #freestylelibre

42 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now